Redes Sociais

Header Ads

São Paulo adia em uma semana pedido de registro da Coronavac na Anvisa

Caixas da Coronavac, vacina da farmacêutica Sinovac em conjunto com Instituto Butantan—  Foto/Reprodução.

São Paulo adia em uma semana pedido de registro da Coronavac na Anvisa
Publicado no Conexão Notícia em 14.dez.2020.  

Coronavírus O governo de São Paulo adiou a entrega dos estudos finais da Coronavac e o pedido de uso da vacina à Anvisa, que seria hoje, para o dia 22. A estratégia agora é entregar um estudo completo da vacina associado à certificação pelo governo chinês.

A informação é do diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, à CNN.

A expectativa no governo paulista é de que a China conceda o registro definitivo da Coronavac em cerca de três dias.

Isso colocaria mais pressão sobre a Anvisa, uma vez que a vacina passaria a ter registro da NMPA (Administração Nacional de Produtos Médicos), a Anvisa chinesa.

Há uma lei brasileira que, desde maio, estabelece prazo de 72 horas para a Anvisa liberar a importação de insumos e medicamentos já certificados por outras agências reguladoras.

A lei cita 4 agências estrangeiras reconhecidas pelo Brasil, entre elas a NMPA. Há ainda a Food and Drug Administration (FDA), que recentemente certificou a vacina da Pfizer e também a European Medicines Agency (EMA) e a Pharmaceuticals and Medical Devices Agency (PMDA).

Foto: Thomas Peter/Reuters (24.set.2020)
Por Basília Rodrigues, CNN  
 
 

Conteúdo relacionado:
Mosquitos e caramujos são os animais que mais causam mortes em humanos no mundo

 

Médicos voluntários do Projeto Missão Covid atendem pessoas com suspeita da doença ou com dúvidas sobre o novo coronavírus. 

Postar um comentário

0 Comentários