Header Ads


VIDA CRISTÃ - Mais de 360 milhões de cristãos no mundo enfrentam algum tipo de oposição como...

      O crescente ódio praticado contra os cristãos deixa evidente que estamos diante da volta do Senhor Jesus.  —  Foto/Reprodução.
 
VIDA CRISTÃ -  Mais de 360 milhões de cristãos no mundo enfrentam algum tipo de oposição como resultado de sua identificação com Jesus Cristo
Publicado no Conexão Notícia em  em  18.julho.2022. Atualizado em 26.julho.2022.               

Grupo no WhatsApp Quando os cristãos ao redor do mundo têm os direitos negados, por escolherem seguir a Jesus, eles se tornam vulneráveis a hostilidades em diferentes esferas da vida: na vida privada, na família, comunidade, na nação e na igreja. Isso faz com que eles sejam considerados cristãos perseguidos e pertençam à Igreja Perseguida.
-
-
De acordo com os dados da Lista Mundial da Perseguição 2022, mais de 360 milhões de cristãos no mundo enfrentam algum tipo de oposição como resultado da identificação com Cristo.

Essa perseguição religiosa ocorre quando alguém que se identifica como cristão, de todas as denominações e também quem não pertence a uma denominação específica, não tem os direitos de liberdade religiosa garantidos; quando a conversão ao cristianismo é proibida por conta de ameaças vindas do governo ou de grupos extremistas; são forçados a deixar as casas ou empregos por medo da violência; são agredidos fisicamente ou até mesmo mortos por causa da fé; são presos, interrogados e, por diversas vezes, torturados por se recusarem a negar a Jesus.
-
-
      Garoto deita-se sobre os caixões de seus parentes, foram mortos após um ataque contra ônibus de cristãos em Minia, no Egito – 26/05/2017. Foto: Ibrahim Ezzat/NurPhoto/Getty Images. 

O número de cristãos perseguidos inclui aqueles que são confrontados com outras formas de hostilidade do que apenas a violência isolada. Também, em alguns países, a perseguição afeta todos os cristãos, qualquer que seja sua denominação. Em outras nações, ela afeta apenas uma parte da comunidade cristã, a qual se difere em algum aspecto das outras denominações. Sendo um cristão, por exemplo, menos ativo no evangelismo e/ou em outras atividades públicas que outros, chama para si menos atenção e é menos confrontado.


A perseguição também pode depender da região do país onde vivem os cristãos. Áreas dominadas pelos muçulmanos em países de maioria cristã podem exercer uma forte pressão sob os cristãos, até mesmo cometer atos de violência contra eles, mesmo que o país seja de maioria cristã.
-
-
É para socorrer e fortalecer o corpo de Cristo que a Portas Abertas atua há mais de 65 anos em mais de 60 países onde existe algum tipo de proibição, condenação, execução ou ameaça à vida de pessoas ou à liberdade de crer e expressar a fé em Jesus Cristo. A Portas Abertas está a serviço de todos que declaram crer em Jesus e são perseguidos por isso, sem fazer acepção por denominação.

O apoio vem por meio de Bíblias, materiais cristãos, treinamentos, ajuda socioeconômica e presença — dentre muitas outras maneiras — para que esses cristãos sejam fortalecidos para servir e levar boas-novas as suas comunidades.

CN - CONEXÃO NOTÍCIA
O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Veja como doar aqui!


-
-
VIDA CRISTÃ -  Dennis Quaid compõe canção em que mostra sua fé em Jesus: ‘Ele libertou meu coração’

       Dennis Quaid durante o Festival de Toronto.    —  Imagem: Gordon Correll / Flickr.
 
Ator diz que havia começado a escrever a música “On My Way To Heaven” anos atrás, mas só conseguiu concluir quando estava filmando “I Can Only Imagine” (“Eu só posso imaginar”, versão em português). Leia a matéria completa, aqui!

-
-
Sobrevivente do Holocausto falava sobre Jesus no campo de concentração

        Anita Dittman conheceu Jesus aos 7 anos e sobreviveu ao Holocausto.     —  Foto: CBN News.
 
A judia Anita Dittman conheceu Jesus aos 7 anos e foi levada aos campos de concentração. Lá, ela conheceu outros que seguiam Cristo. Leia a matéria completa, aqui!
-
-
Tecnologia do Blogger.