Header Ads


Recém-nascida enrolada em saco é abandonada em terreno, resgatada por moradores

   Hospital Municipal José Múcio Monteiro fica no Centro de Tamandaré.  —  Foto: Reprodução/Google Street View.

Recém-nascida enrolada em saco é abandonada em terreno, resgatada por moradores
Publicado no Conexão Notícia em 01.outubro.2021.  

Brasil | Segundo prefeitura de Tamandaré, menina ainda estava com o cordão umbilical no momento em que foi encontrada por moradores. Caso ocorreu na manhã de quinta (30).

Uma recém-nascida foi deixada dentro de um saco plástico em um terreno baldio em Tamandaré, no Litoral Sul de Pernambuco, na manhã desta quinta (30). Segundo a prefeitura, a menina ainda estava com o cordão umbilical ligado à placenta, no momento em que foi encontrada por moradores.


A criança foi deixada na Rua 5 de Julho, perto do Centro comercial da cidade. Ela teve que ser levada pelos moradores para a Unidade Mista de Saúde José Múcio Monteiro, na mesma região. A mãe da bebê ainda não foi identificada.

De acordo com a secretária de Assistência Social da cidade, Daniela Souza, a criança estava bastante debilitada. A menina recebeu os primeiros atendimentos médicos e a direção do hospital entrou em contato com o Conselho Tutelar.

"Depois disso, a recém-nascida foi transferida para o Hospital Regional de Palmares, para fazer exames, como tomografia, e para o caso de precisar de incubadora, porque aqui em Tamandaré não tem”, afirmou a secretária.

A bebê está sendo acompanhada no hospital por uma conselheira tutelar. A prefeitura informou que providenciou o enxoval da menina e que, depois que ela receber alta hospitalar, deverá ser encaminhada para uma Casa de Passagem em Sirinhaém, também no Litoral Sul.


"Uma cuidadora já está sendo providenciada para prestar assistência. A Vara da Infância é quem deve decidir o futuro da menina, que pode ser entregue para alguém da família ou encaminhada para a adoção", declarou a secretária municipal.

A Polícia Militar confirmou que foi acionada para averiguar a ocorrência, mas que, ao chegar ao local, a criança já havia sido levada para o hospital. A corporação disse que fez diligências, mas não encontrou a pessoa responsável por deixar a bebê.

A Polícia Civil, por sua vez, disse que registrou o caso na Delegacia de Tamandaré e que está investigando a ocorrência. "Não é possível fornecer mais informações no momento", afirmou a corporação, por meio de nota.


Outros casos
Em outubro de 2020, uma recém-nascida ainda ligada à placenta foi deixada numa lixeira e resgatada por policiais militares, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. A equipe de enfermagem que a recebeu contou aos policiais que, se o resgate demorasse mais tempo, ela poderia ter se asfixiado.

Em junho, um bebê de 11 dias de vida foi abandonado dentro da Igreja Matriz de Santa’Ana, em Vicência, na Zona da Mata Norte. Ao lado dele, havia bolsas com roupas e fraldas, além do cartão de vacinação.

Por g1 PE
CN - Conexão Notícia 

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui!

Confira os preços baixos de nossa loja, aqui!

LEIA TAMBÉM:

Documento mostra que laboratório em Wuhan buscou aportes para criar coronavírus em morcegos

   Agência dos EUA se recusou a patrocinar projeto.  —  Foto: Reprodução.

Instituto tentou US$ 14 milhões em investimentos.

O Instituto de Virologia de Wuhan e o laboratório norte-americano EcoHealth Alliance buscaram financiamentos dos EUA. A ideia seria patrocinar pesquisas com coronavírus “vitaminados” em morcegos, com a finalidade de inoculá-los contra doenças que poderiam atingir os humanos. É o que informou reportagem do jornal britânico The Telegraph, publicada na quarta-feira 22. Leia a matéria completa, aqui!

Datena diz que perdeu parte do pâncreas por conta da cerveja e que tentou fumar maconha

   Apresentador José Luiz Datena.  —  Foto: Reprodução/Band.

Apresentador também disse que já tentou fumar maconha.

O apresentador José Luiz Datena, de 64 anos, contou que tentou fumar maconha na adolescência. Segundo o site NaTelinha, ele fez a revelação durante o programa Brasil Urgente, da Band, enquanto mostrava imagens de uma apreensão de drogas em São Paulo. Leia a matéria completa, aqui!

Acompanhe as notícias do CN - Conexão Notícia no Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.