Redes Sociais

Header Ads

SINDACS denuncia Secretário de Saúde por apropriação indevida de contribuição sindical

Antônio Joaquim Secretário de Saúde.  —  Foto/Reprodução.

SINDACS denuncia Secretário de Saúde por apropriação indevida de contribuição sindical
Publicado no Conexão Notícia em 18.dez.2020.  

Agentes de Saúde Após a apuração de denúncias feitas por agentes comunitários de saúde e de combate às endemias de Japaratinga, o SINDACS-AL constatou irregularidades no repasse das contribuições sindicais, que estão sendo descontadas há dois anos, mas nunca caíram na conta da entidade.

Atualmente, o secretário de saúde do município é Antônio Joaquim, que também é agente comunitário de saúde. 

Para Fernando Cândido, presidente do sindicato da categoria, a coincidência torna a denúncia ainda mais desapontadora. 

Ele é agente de saúde e assumiu o cargo de secretário durante a atual gestão. A partir daí isso gerou uma expectativa de que seria possível avançarmos nas nossas reivindicações e nas nossas conquistas, mas o fato é que infelizmente isso não ocorreu, comentou.


Além da denúncia sobre a retenção dos repasses da contribuição sindical, o presidente do SINDACS-AL também destacou que atualmente os agentes de Japaratinga recebem apenas o piso salarial e o adicional de insalubridade. Todas as solicitações levantadas pela entidade foram ignoradas pelo atual secretário. 

Embora o sindicato tenha reivindicado outros benefícios aos quais a categoria tem direito, como incentivo de final de ano, PMAQ (Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica) e o incentivo para as ações de enfrentamento à COVID-19, infelizmente não conseguimos nenhum sinal positivo do Antônio Joaquim. O sonho da implantação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários passou longe de se realizar, pois ele sequer se dispôs a sentar conosco para discutir esse instrumento tão importante para a valorização dos servidores, lamentou.

Nas eleições municipais deste ano, a atual gestão foi derrotada nas urnas e, com as mudanças de comando das pastas de Japaratinga, é provável que o secretário Antônio Joaquim seja exonerado. 

É possível que ele precise retomar o cargo de agente comunitário de saúde e tenha que provar do próprio veneno. Tudo o que ele terá é o salário base e o adicional de insalubridade, concluiu Fernando Cândido, que se comprometeu a retomar as reivindicações em defesa da categoria com os novos gestores em 2021.

 Ascom SINDACS-AL


Conteúdo relacionado:



Postar um comentário

0 Comentários