Redes Sociais

Header Ads

DEFINIDO: Incentivo financeiro pago a agentes de saúde será de R$ 1.550

Ministério da Saúde definiu em R$ 1.550 o valor do incentivo financeiro aos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias.  —  Foto/Reprodução.

DEFINIDO: Incentivo financeiro pago a agentes de saúde será de R$ 1.550
Publicado no Conexão Notícia em 09.dez.2020.  

Agentes de Saúde A portaria com o novo valor, que é pago a título de custeio a esses profissionais, foi publicada no Diário Oficial da União de ontem (8).

O Ministério da Saúde definiu em R$ 1.550 o valor do incentivo financeiro a ser pago mensalmente pelo governo federal aos agentes comunitários de saúde. 

Esse valor também equivale ao que será pago no Incentivo Financeiro Adicional, tanto dos Agentes Comunitários de Saúde, quanto dos Agentes de Combate às Endemias. Temos consciência de que a luta para garantir esses direitos é muito grande, até hoje, apenas trinta e três por cento desses agentes tem acesso ao valor do Piso Nacional, que é de R$ 1.400 (mil e quatrocentos reais), conforme pesquisa nacional realizada pelo JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil. Temos algumas centenas de milhares de ACS/ACE que não sabem o que é direito fundamental, tal é o nível de precariedade com o qual convivem. Apesar de tudo isso, não podemos perder a esperança de que conseguiremos superar todas essas barreiras impostas pelo sistema e os seus apoiadores, comentou Samuel Camêlo  - coordenador nacional da rede de voluntários MNAS - Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde. Fonte: JASB.

A portaria com o novo valor, que é pago a título de custeio a esses profissionais, foi publicada no Diário Oficial da União de ontem (8).


Mais conhecidos pela sigla ACS, os agentes comunitários de saúde têm um papel preventivo no que se refere à família, exercendo papel central na ligação entre os domicílios, as unidades básicas de saúde (UBS) e a comunidade. Ele atua também em espaços comunitários, de forma a promover a prevenção de doenças e a saúde, desenvolvendo, junto à população, ações empreendedoras.

Segundo a portaria publicada ontem, no último trimestre de cada ano será transferida uma parcela extra, calculada com base no número de ACS registrados no cadastro de equipes e profissionais do sistema de informação definido para este fim, no mês de agosto do ano vigente. Os recursos orçamentários terão, como origem, o orçamento do Ministério da Saúde.

Agência Brasil



Conteúdo relacionado:


Postar um comentário

0 Comentários