Header Ads


Manaus suspende vacinação após denúncias de fura-fila

Um dos casos foi descoberto depois que duas médicas recém-formadas, as gêmeas Gabrielle Kirk Lins e Isabelle Kirk Lins, publicaram fotos em suas redes sociais recebendo a primeira dose. As imagens passaram a circular nos grupos de WhatsApp.  —  Foto/Reprodução.

Manaus suspende vacinação após denúncias de fura-fila
Publicado no Conexão Notícia em 20.jan.2021.  

Brasil | A vacinação contra a covid-19 em Manaus foi suspensa temporariamente nesta quinta-feira, 21, após a denúncia de que pessoas da elite ligadas a políticos teriam furado a fila. O Ministério Público do Amazonas investiga o caso e quer que o estado apresente a lista das pessoas vacinadas e os critérios utilizados para a vacinação.

As jovens são da família de Nilton da Costa Lins Júnior, presidente da mantenedora da Universidade Nilton Lins, uma das maiores de capital ao Amazonas.

Médicos e enfermeiros que trabalham diretamente no enfrentamento ao coronavírus ficaram revoltados após descobrirem o caso.


A prefeitura de Manaus se pronunciou e disse que não houve irregularidade

Sobre caso das médicas Gabrielle Kirk Lins e Isabbele Kirk Lins, vacinadas neste primeiro dia de imunização, não há nenhuma irregularidade, uma vez que se encontram nomeadas e atuando legitimamente no plantão da unidade de saúde, para a qual foram designadas, em razão da urgência e exceção sanitárias, estabelecidas nos primeiros 15 dias da nova gestão.

Manaus ainda enfrenta uma séria crise na saúde, com superlotação de leitos e escassez de oxigênio. Enquanto a campanha está parada, somente os profissionais do Samu estão sendo imunizados em Manaus. A previsão é que a vacinação seja retomada na sexta-feira, 22.

Catraca Livre

Veja outras formas de doações, aqui!

Conteúdo relacionado:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.