Header Ads


Emoção: 1.200 Agentes de Saúde irão concluir formação técnica iniciada em fevereiro.

  O agente comunitário de saúde (ACS) tem tido uma importância ainda maior no período da pandemia. 1.200 deles participaram da formação técnica no MT.   —  Foto/Reprodução.

Emoção: 1.200 Agentes de Saúde irão concluir formação técnica iniciada em fevereiro.
Publicado no Conexão Notícia em 20.setembro.2021.  

Agentes de Saúde  Importância do agente comunitário de saúde na pandemia.

Leonam Lucas ´Agente de Saúde da Família - Vocação em cuidar e se comunicar com as pessoas ressalta importância do agente comunitário de saúde.

Profissional fundamental na promoção da saúde da família, o agente comunitário de saúde (ACS) tem tido uma importância ainda maior no período da pandemia, transmitindo à população informações relevantes e desenvolvendo ações individuais e coletivas nos domicílios e na comunidade em que se insere. Esse profissional também se destaca pela capacidade de se comunicar com as pessoas e pela liderança natural que exerce.


Em Porto Alegre do Norte (MT), Leonam Lucas Souza da Silva, de 27 anos, integra há quatro anos o time dos agentes comunitários de saúde atuantes na região. Além de realizar as visitas nos lares, o profissional é responsável por ouvir relatos da comunidade, identificar os problemas e agravos de saúde e informar a demanda da sociedade à equipe do Programa Estratégia de Saúde da Família.

Desde o primeiro dia de trabalho percebi que tinha vocação para a função, pois posso ajudar as pessoas a terem melhor qualidade de vida”, justifica Leonam. A experiência diária, segundo o agente, contribuiu para a melhoria no trabalho e pelo contentamento emocional.

LEIA TAMBÉM:

Segundo ele, a atuação nesses quatro anos o fez se apaixonar a cada dia pela profissão. “É gratificante ser recebido pelas famílias com amor e respeito”, relata. Para o agente, encaminhar a comunidade para a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS) é um fator essencial e importante.

A vocação oportuniza ainda a qualificação técnica, através de estudos de aprimoramento para melhor atuação junto à população. Atualmente, Leonam integra o quadro de alunos do curso de formação profissional Técnico em Agente Comunitário de Saúde (TACS), idealizado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), através da Câmara Setorial Temática (CST) dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias, presidida pelo deputado Max Russi.


O curso veio para proporcionar mais conhecimento técnico e facilitar o nosso trabalho. Desde o início tenho aplicado o que aprendi na minha comunidade, o que otimizou muito mais o trabalho”, enfatiza.

Caminhando para a fase final do curso, com previsão de término em novembro deste ano, o agente acrescenta que a expectativa é bastante positiva para o futuro. “O sentimento é de gratidão por poder participar do curso e aprimorar os conhecimentos como agente comunitário de saúde. Parabéns a todos os envolvidos que trabalharam para que esse projeto pudesse acontecer e pela execução perfeita, que veio para facilitar o conhecimento dos profissionais ACSs e ACEs”, concluiu Leonam.


Sobre o Curso TACS

O curso de qualificação gratuito é realizado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, através da Escola do Legislativo, com execução do Instituto Brasil Adentro (IBA) e apoio do Governo do Estado. Voltado exclusivamente para Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate à Endemias (ACE), de Mato Grosso, a capacitação conta com módulos semipresenciais, em formato virtual, e atividades presenciais (que estão suspensas no momento devido à Covid-19) realizadas nas cidades polos de Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Campo Verde, Confresa, Cuiabá, Rondonópolis, Sorriso, Tangará da Serra e Várzea Grande.

Foram disponibilizadas 1.200 vagas para todos os 141 municípios de Mato Grosso. As aulas no formato de Ensino à Distância (EAD) começaram em 06 de fevereiro deste ano. Ao final do curso, previsto para novembro de 2021, o aluno terá uma cerimônia de formatura e diploma do curso técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Opinião MT
CN - Conexão Notícia  e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil.

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de qualquer valor, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui!

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.

LEIA TAMBÉM:

Confira os preços baixos de nossa loja, aqui!

Dirigentes sindicais se eternizam no poder. Representantes de quem?

   Apenas uns 30% das entidades sindicais são sérias, e as demais têm uma série de problemas, diz matéria.  —  Foto: Reprodução.

Dados do Ministério do Trabalho apontam que havia, em 2014, ao menos 8.518 sindicalistas, incluindo cargos de presidente e diretores em geral, com mais de dez anos de mandato — no Poder Executivo só podem ficar oito anos no cargo. O número pode ser maior, pois falta transparência e uma série de entidades não fornece seus dados. Anos após a Constituição ter avançado para garantir a liberdade sindical, fundamental para lutas e conquistas dos trabalhadores, lacunas como a falta de transparência, fiscalização frouxa e a pouca representatividade deixam um caminho aberto para os abusos... O próprio Supremo Tribunal Federal (STF) indica que as entidades não tem salvo-conduto e precisam ser fiscalizadas. Veja a matéria e o vídeo completo, aqui!



A eterna guerra dos diretores da Associação Fnaras contra a CONACS e as consequência para os ACS/ACE do país.

  Lideranças da Associação Fnaras decide seguir os passos da CONACS e aderem à mobilização de Brasília.   —  Foto/Reprodução.

Não podemos deixar de fazer o destaque desta matéria. O objetivo é conscientizar a todos sobre os principais fatos, que permeiam uma série de acontecimentos e que, sem dúvida alguma, colocam as pautas da categoria em risco. 
De nada adianta discursa que "A Luta é que nos Une," quando as mídias sociais são usadas de forma belicosas, na tentativa de impedir o trabalho da entidade 'concorrente."

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.