Prefeitura discute efetivação de agentes comunitários e de combate às endemias com presidente do TCE - Conexão Notícia

Header Ads


Prefeitura discute efetivação de agentes comunitários e de combate às endemias com presidente do TCE

   Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, se reuniu com presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), conselheiro Guilherme Maluf e representação da categoria, na pessoa de Wilson Cutas. Além do secretário Célio Rodrigues.  —  Foto: Reprodução.

Prefeitura discute efetivação de agentes comunitários e de combate às endemias com presidente do TCE
Publicado no Conexão Notícia em 26.julho.2021. 

Agentes de Saúde | O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro se reuniu com presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), conselheiro Guilherme Maluf, para tratar sobre a certificação de 457 agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias, que foram efetivados em 2012 pela Prefeitura de Cuiabá, no entanto, tiveram esses vínculos contestados em uma representação de natureza interna do órgão de controle, em 2016. 

O chefe do Executivo, juntamente com o secretário municipal de Saúde, Célio Rodrigues, e o coordenador técnico de Atenção Primária e agente de combate às endemias, Wilson Cutas, explicou ao presidente do TCE tudo sobre a forma como os servidores foram efetivados em seus cargos, através de um ato administrativo do então gestor municipal, com base na Emenda Constitucional nº 51, de 14 de fevereiro de 2006, que garante aos gestores locais do Sistema Único de Saúde (SUS) o poder de admitir esses profissionais no regime jurídico, ou seja, com estabilidade, através de processo seletivo. 


“Estou aqui para ajudar e contribuir com o Tribunal de Contas para resolver esta situação que se arrasta há anos. Sei da importância desses profissionais para a saúde pública, pois prestam um serviço essencial à toda população, na atenção primária, com a prevenção de doenças e acompanhamento de rotina dos pacientes da rede municipal. Além disso, são centenas de pais de famílias que há anos vivem desse ofício e contribuem com o Cuiabá Prev e que, agora, se veem nessa insegurança jurídica quanto ao seu trabalho, ou seja, ao seu sustento. Esses servidores podem ter certeza de que na minha gestão, que tem como premissa, a humanização, não mediremos esforços para pôr um fim a esse imbróglio”, comentou o prefeito Emanuel Pinheiro. 

O secretário de Saúde, Célio Rodrigues, enfatizou a importância para a Pasta em resolver esta situação, garantindo o vínculo a esses profissionais, uma vez que, para o Município de Cuiabá, já são servidores efetivos. 


“Estou muito feliz com o encaminhamento desta reunião e creio que agora haverá uma resolução sobre a certificação dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias de Cuiabá. Quero agradecer o empenho do prefeito Emanuel Pinheiro e a disponibilidade do presidente do TCE em nos receber para esclarecermos todos os pontos”, afirmou. 

Wilson Cutas, que é agente de combate às endemias, elogiou a sensibilidade das partes em buscar dar fim ao impasse jurídico-administrativo, que toca na vida de tantos servidores. “Vejo o quanto o Tribunal de Contas de Mato Grosso, através do presidente Guilherme Maluf, juntamente com os demais conselheiros, tem sido sensível a essa causa e, principalmente na garantia dos diretos desses profissionais”, disse. 


Foto: Thiago Bergamasco/TCE
CN - Conexão Notícia  e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil com informações da prefeitura de Cuiabá. Texto de CELLY SILVA.

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.


Confira os preços baixos de nossa loja, aqui!


Te Respondo: Por que algumas prefeituras pagam o Incentivo Adicional (14º) e outras não? 

   Nenhuma das muitas cidades, que garantem o Incentivo Financeiro Adicional aos Agentes Comunitários e de combate às endemias, pagam porque o prefeito é bom, mas, porque a norma estabelece tal pagamento.  —  Foto: Reprodução.

No te Respondo de hoje, trataremos da questão que representa o maior desvio de recurso público público, destinado aos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do país, que ocorre todo final de ano. 

Valor a ser paga nesse ano - Nesse ano o valor a ser repassado a cada ACS/ACE do país, conforme regras estabelecidas pelo Ministério da Saúde, será de R$ 1.550,00 (mil quinhentos e cinquenta reais)... Veja a matéria e o vídeo completo, aqui!


Tramitação: Mais de 30 deputados solicitam o Apensamento da PEC 14 à PEC 22.

   Ilda Angélica Correia, diretora presidente da CONACS não mede esforço para que PEC 14/2021 seja aprovada ainda nesse ano —  Foto: Reprodução.

A Proposta de Reajuste do Piso Salarial Nacional que tramita em Brasília, encontra-se na reta final. Trata-se da Proposta de Emenda à Constituição - PEC 22/2011. Com a finalidade de ampliar o acesso a outros direitos,  Ilda Angélica Correia, diretora presidente da CONACS - Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, estabeleceu a estratégia de apensamento da recém criada PEC 14/2021. 
Segundo a líder da Confederação, a medida irá acelerar a tramitação da proposta criada pela Associação FNARAS. Entidade criada por ex-diretores da CONACS. 


PREVINE BRASIL: Confira as Dicas de Ouro fornecidas pelo Presidente do Sindas-RN.

   O Programa Previne Brasil garante gratificação à categoria —  Foto: Reprodução.

Dicas de ouro - O Programa Previne Brasil foi instituído pelo Ministério da Saúde do Brasil, em 2019, durante a gestão de Luiz Henrique Mandetta como ministro da saúde. O Previne determinou alterações no financiamento de custeio da atenção primária à saúde no país, dentre outras questões.
Ao tratar sobre o tema, em primeiro lugar, Cosmo Mariz orientou a categoria para que, "quando for reivindicar o Previne Brasil, coloque que é 'uma gratificação com recurso do Previne e não a Gratificação do Previne.' Segundo o sindicalista... 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.