Pará: Para atendimento domiciliar, agentes Comunitários de Saúde vão usar tablets - Conexão Notícia

Header Ads


Pará: Para atendimento domiciliar, agentes Comunitários de Saúde vão usar tablets

   Os agentes comunitários de saúde (ACS) passaram a utilizar tablets nas atividades de trabalho. —  Foto: Reprodução.

Pará: Para atendimento domiciliar, agentes Comunitários de Saúde vão usar tablets
Publicado no Conexão Notícia em 04.agosto.2021. 

Agentes de Saúde | Os agentes comunitários de saúde (ACS), em Marabá, passaram a utilizar tablets nas atividades. Na terça-feira (20), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) iniciou a entrega dos novos equipamentos, que por meio do aplicativo e-SUS território, possibilitam mais agilidade e praticidade na informação e envio de dados coletados pelos ACS, durante as visitas domiciliares aos usuários da Rede de Atenção Básica. Ao todo 308 agentes no município estarão trabalhando no novo sistema. 

Valmir Moura, secretário de saúde, explica que a entrega dos tablets faz parte do programa de modernização e informatização da rede de saúde pela prefeitura de Marabá. A primeira etapa foi a implantação dos prontuários eletrônicos.

“É um passo muito importante para facilitar o serviço em todos os sentidos e evitar ao máximo o uso do papel. Esse trabalho que a gente tem realizado de fortalecer a Atenção Básica, principalmente com a questão da informatização tem contribuído demais, é um avanço” destaca o secretário.

A diretora da Atenção Básica, Mônica Borchart, comentou sobre os benefícios da mudança. “O ACS tem um papel fundamental junto à comunidade, então o tablet é um instrumento para facilitar o cotidiano dos nossos ACS. Ali eles já vão acessar o cadastro, e então já sobe todas as informações do usuário para o sistema de formulário eletrônico e facilita toda a comunicação  entre a parte médica, laboratorial da nossa comunidade” enfatiza Mônica.

Dilceu Barroso, gerente da UBS
A Unidade Básica de Saúde (UBS) Hiroshi Matsuda, na folha 11, foi a primeira a receber o equipamento. Lá foram entregues 27 aparelhos Samsung T295N. “Pra gente é uma alegria imensa. Vamos ter uma agilidade maior na questão de dados, informações, envio. Porque o ACS vai conseguir realizar esse cadastro a domicilio, sem uso do papel, melhora muito o alcance dos ACS”, esclarece o gerente da UBS, Dilceu Barroso.

Capacitação

Os profissionais das unidades receberão treinamento, assim que receberem os instrumentos. Na UBS Hiroshi Matsuda a capacitação já iniciou. A expectativa é de que, no máximo em uma semana, os agentes estejam aptos a utilizarem os aparelhos.


De acordo com Esojairam dos Santos, coordenador do e-SUS no município, estes aparelhos estarão sincronizados com o sistema utilizado pela rede pública de saúde, permitindo aos agentes lançar todos os procedimentos realizados nas visitas, direto no sistema. Isso substituirá o modo utilizado até o momento, em que era preciso carregar pastas com diversas fichas e formulários nas visitas e depois computá-las uma a uma no sistema nas Unidades Básicas de Saúde para o envio ao governo federal.

A função do ACS, em relação ao prontuário é o preenchimento da ficha de cadastro individual e a ficha de visita domiciliar, essas informações eram feitas por meio de ficha manuais e agora serão feitas pelo aplicativo e-SUS território. No tablet, o sistema em si pode ser utilizado em off-line, o  tablet será sincronizado com o wi-fi da UBS, em dois momentos, assim que eles chegam na unidade e depois na volta para o envio de dados”, esclarece.

A agente comunitária de saúde, Júlia Carvalho, avaliou como positiva a aquisição dos tablets. Ela lembra que cada ACS visita em média oito residências por dia, o que corresponde a coleta de dados de 20 pessoas, diariamente. “É bastante esperado por nós, categoria. Vai ser um instrumento que vai facilitar o nosso trabalho na área, porque vamos fazer visita e já lançar a nossa produção. Vai ser agilidade no processo e a gente ganha mais indicadores. Todo mundo ganha, os ACS e o município  porque é agilidade no processo de envio de informações”, pontua a ACS.

Texto: Leydiane Silva
Foto: Paulo Sérgio

CN - Conexão Notícia  e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil

O jornalismo do Conexão Notícia precisa de você para continuar marcando ponto na vida das pessoas. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado! Veja como doar aqui!

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.


Confira os preços baixos de nossa loja, aqui!


Indenização gorda: ACS e ACE ganham ação na justiça e cada um será indenizado com valores de quase R$ 6.000,00 referente ao retroativo do Piso Nacional

  Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combates às Endemias foram beneficiados por ação judicial movida pelo Sindsaúde-GO. —  Foto: Reprodução.

Após ação judicial movida pelo Sindsaúde-GO, Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate a Endemias (ACE) do Município de Morrinhos serão indenizados com valores referentes ao retroativo do piso nacional da categoria.

Te Respondo: Por que algumas prefeituras pagam o Incentivo Adicional (14º) e outras não? 

   Nenhuma das muitas cidades, que garantem o Incentivo Financeiro Adicional aos Agentes Comunitários e de combate às endemias, pagam porque o prefeito é bom, mas, porque a norma estabelece tal pagamento.  —  Foto: Reprodução.

No te Respondo de hoje, trataremos da questão que representa o maior desvio de recurso público público, destinado aos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do país, que ocorre todo final de ano. 

Valor a ser paga nesse ano - Nesse ano o valor a ser repassado a cada ACS/ACE do país, conforme regras estabelecidas pelo Ministério da Saúde, será de R$ 1.550,00 (mil quinhentos e cinquenta reais)... Veja a matéria e o vídeo completo, aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.