Redes Sociais

Header Ads

Maior parte dos servidores da Prefeitura do Rio não tem previsão de receber o 13º salário

Parte dos servidores da prefeitura do Rio ainda estão sem previsão para receber o décimo-terceiro salário —  Foto/Reprodução.

Maior parte dos servidores da Prefeitura do Rio não tem previsão de receber o 13º salário
Publicado no Conexão Notícia em 31.dez.2020.  

Agentes de Saúde Até o momento, apenas os ativos, inativos e pensionistas que ganham até R$ 3 mil receberam o abono – isso corresponde a 67 mil trabalhadores de 160 mil servidores. Município afirma não ter dinheiro.

A maioria dos servidores da Prefeitura do Rio de Janeiro ainda está sem previsão de receber o 13º salário. Na segunda-feira (28), durante reunião no Tribunal Regional do Trabalho, o município informou que não tem dinheiro.


Até o momento, apenas os trabalhadores ativos, inativos e pensionistas que ganham até R$ 3 mil receberam o abono – isso corresponde a 67 mil trabalhadores de 160 mil servidores.

Na lista dos que ainda não receberam, estão os profissionais de saúde – enfermeiros e técnicos de enfermagem já entraram em greve.

Essa situação é absurda. Trabalhamos durante toda a pandemia doando nossas vidas, levando o vírus para nossas casas, e não temos sequer a valorização do mínimo que é nosso direito – o pagamento do 13º salário. Vivemos um retrocesso de quatro anos, com demissões, diminuições de equipes e redução salarial. Sem 13º, não dá, reclamou a porta-voz do sindicato dos Enfermeiros, Libia Bellusci.

Temos contas a pagar, e nossas geladeiras estão vazias. Além disso, as crianças, filhas desses profissionais, estão tristes. Este é o dilema nossos profissionais. Rio Saúde e as Organizações Sociais não pagaram a segunda parcela. É lamentável o que nós estamos vivendo neste final de 2020, lamentou a representante do Sindicato dos Técnicos em Enfermagem, Miriam Lopes.

Por meio de nota, a Prefeitura do Rio informou não ter dinheiro e disse que ainda busca recursos para fazer o pagamento, embora não haja um prazo para isso.


Por Edivaldo Dondossola, Bom Dia Rio


Conteúdo relacionado:

Postar um comentário

0 Comentários