Ministério da Saúde anuncia distribuição de mais de 10 milhões de vacinas - Conexão Notícia

Header Ads


Ministério da Saúde anuncia distribuição de mais de 10 milhões de vacinas

   O destaque foi a distribuição de mais de 10 milhões de doses da AstraZeneca, Pfizer e Sinovac/Butantan. —  Foto: Reprodução.

Ministério da Saúde anuncia distribuição de mais de 10 milhões de vacinas 
Publicado no Conexão Notícia em 27.julho.2021. 

Agentes de Saúde | O Ministério da Saúde publicou nesta terça-feira, 27 de julho, informações sobre o Plano de Operacionalização da Vacinação. Nesta edição, o destaque foi a distribuição de mais de 10 milhões de doses da AstraZeneca, Pfizer e Sinovac/Butantan. A entrega de todos os lotes deve ser finalizada até quarta-feira, 28 de julho.


Conforme o documento, serão entregues 3.812.370 doses de AstraZeneca/Fiocruz, 1.036.760 da AstraZeneca/Covax, 3.335.898 da Sinovac/Butantan e 2.104.110 da Pfizer/Comirnaty. 

A relação da distribuição dos imunizantes por Estado pode ser acessada nos anexos do documento, disponível na íntegra na página do Observatório CNM Covid-19, na aba Cronograma e Plano Nacional. 


Da Agência CNM de Notícias
CN - Conexão Notícia  e JASB - Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil

Inscreva-se no canal do JASB no YouTubeWhatsAppTelegram ou Facebook.


Confira os preços baixos de nossa loja, aqui!
   Nenhuma das muitas cidades, que garantem o Incentivo Financeiro Adicional aos Agentes Comunitários e de combate às endemias, pagam porque o prefeito é bom, mas, porque a norma estabelece tal pagamento.  —  Foto: Reprodução.

No te Respondo de hoje, trataremos da questão que representa o maior desvio de recurso público público, destinado aos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias do país, que ocorre todo final de ano. 


PREVINE BRASIL: Confira as Dicas de Ouro fornecidas pelo Presidente do Sindas-RN.

   O Programa Previne Brasil garante gratificação à categoria —  Foto: Reprodução.

Dicas de ouro - O Programa Previne Brasil foi instituído pelo Ministério da Saúde do Brasil, em 2019, durante a gestão de Luiz Henrique Mandetta como ministro da saúde. O Previne determinou alterações no financiamento de custeio da atenção primária à saúde no país, dentre outras questões.
Ao tratar sobre o tema, em primeiro lugar, Cosmo Mariz orientou a categoria para que, "quando for reivindicar o Previne Brasil, coloque que é 'uma gratificação com recurso do Previne e não a Gratificação do Previne.' Segundo o sindicalista... 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.