Header Ads

Sergipe: Prefeito do DEM que furou a fila da vacina da Covid-19 será processado, diz procuradoria do estado

Prefeito Júnior de Amynthas furando a fila da vacinação  —  Foto/Reprodução/.

Sergipe: Prefeito do DEM que furou a fila da vacina da Covid-19 será processado, diz procuradoria do estado
Publicado no Conexão Notícia em 20.jan.2021.  

Agentes de Saúde | O governo de Sergipe está entrando com uma representação criminal contra o prefeito de Itabi, Júnior de Amynthas (DEM), por ele ter, nesta terça-feira (19), furado a fila da imunização contra a covid-19 e se vacinado primeiro do que todo mundo no município. A Procuradoria Geral do Estado entende que cabe também ao Executivo estadual o papel fiscalizador. Para a PGE, como as diretrizes do Ministério da Saúde são claras quanto ao público alvo a ser vacinado, o prefeito cometeu um crime ao furar a fila da vacinação sem ser da área da saúde nem possuir qualquer comorbidade, além de ter apenas 45 anos de idade.

Júnior de Amynthas aparece em um vídeo recebendo a coronavac e sendo aplaudido certamente por seus auxiliares. As primeiras doses da vacina chegaram ao município nesta terça-feira (19) e, por critério de prioridade, os profissionais da saúde que atuam na linha de frente da covid-19, idosos institucionalizados e indígenas aldeados são os únicos que podem ser vacinados, conforme orientação do Ministério da Saúde para a primeira etapa da campanha de imunização contra o coronavírus.


Diante da grande repercussão negativa, a Secretaria de Saúde de Itabi emitiu uma nota tentando justificar a vacinação do prefeito.

A Secretaria Municipal de Saúde de Itabi informa que as vacinas para o enfrentamento da Covid-19 foram recebidas hoje, dia 19/01/2021, com segurança, pela equipe da secretaria, e a continuidade do programa de vacinação seguirá o cronograma e o público-alvo estabelecidos pelas autoridades sanitárias competentes – a começar pelos profissionais de saúde –, dados que serão divulgados pela equipe gradativamente nas redes sociais para o conhecimento de todos, em atenção ao princípio da publicidade administrativa.

Confira o vídeo, em que o prefeito busca se justificar:



A Secretaria explica, ainda, que, segundo o Informe Técnico “Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19”, elaborado pelo Ministério da Saúde, é “facultado a Estados e Municípios a possibilidade de adequar a priorização conforme a realidade local”, razão pela qual o prefeito Júnior de Amynthas foi imunizado, em um ato de demonstração de segurança, legitimidade e eficácia da vacina, para incentivar a população Itabiense a vacinar-se, tendo em vista os receios existentes a esse respeito – o que não configura um ato de caráter político, como tem sido equivocadamente interpretado e taxado, mesmo porque chefes do executivo em outros Municípios e Estados também têm sido imunizados, embora alguns não registrem em fotos e vídeos para tornar público e transparente esse incentivo à imunização.

Na mesma ocasião, foram imunizadas uma profissional da equipe de vacinação do município, uma pessoa com comorbidades, presente na clínica naquele momento, e também um médico, conforme as determinações do Ministério da Saúde. A Secretaria aproveita a oportunidade para reafirmar o compromisso com a veracidade dos fatos e com o prosseguimento da campanha de imunização em consonância com as diretrizes sanitárias estabelecidas pelo Ministério da Saúde, prezando sempre pela saúde e pelo bem-estar dos Itabiense, e ressaltando a segurança e a eficácia da vacina contra a Covid-19.”.

Veja outras formas de doações, aqui!

Conteúdo relacionado:
Jornal Nacional: Agentes de saúde acompanham por telefone pacientes isolados com Covid

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.